Este canal é patrocinado por
Este canal é patrocinado por

Confira as diferenças de Watch Dogs Legion no PS4 e PS5

Por: Redação com informações de TechTudo.. 8 de Abril de 2021

Watch Dogs: Legion é um jogo que mistura jogabilidade em mundo aberto com habilidades de hackear indivíduos e elementos da cidade. O título volta com uma proposta inovadora: qualquer personagem disponível é jogável. 

Lançado em outubro para PlayStation 4 (PS4), PC e Xbox One, o game da Ubisoft ganhou já em novembro versões otimizadas para PlayStation 5 (PS5) e Xbox Series S/X, que contam com algumas diferenças gráficas e de desempenho.

Tudo sobre o mercado de games está aqui.

Leia também: Ubisoft Brasil fecha parcerias com Acer e Logitech.

Os diferenciais são resultantes principalmente da tecnologia Ray Tracing e pela resolução de exibição mais alta, presentes nos novos aparelhos. Confira, a seguir, a comparação de Watch Dogs: Legion no PS4 e PS5.

A capacidade de executar jogos em alta resolução é um dos destaques da nova geração. Com Watch Dogs: Legion, isso não é diferente. 

No PlayStation 5, o game roda em 4K (3840 x 2160), mas conta, também, com a opção de resolução dinâmica habilitada, que faz com que a contagem de pixels seja ajustada de acordo com a carga do jogo. Em momentos com muitos elementos e iluminação na tela, a resolução pode chegar a 1440p (2560 x 1440).

No caso do PlayStation 4 base, a resolução padrão é Full HD (1920 x 1080), com quedas de até 1536 x 864, muito mais frequentes do que no aparelho da nova geração. Já o PS4 Pro mira em 2880 x 1620, mas, em cenas mais caóticas, pode chegar a 2304 x 1296.

Detalhamento gráfico

Mais do que só sua resolução, a aparência dos jogos também envolve seus elementos e efeitos gráficos, que variam de máquina para máquina. O PS5 executa uma versão de Watch Dogs: Legion muito mais próxima a que é vista em PCs de alto desempenho, resultando em um visual muito mais rico, seja nos personagens, seja nos ambientes do jogo. 

Detalhes como peças de roupa, cabelos, lataria de veículos e folhagens também são bastante refinadas no novo console da Sony, enquanto no antigo, nem tanto.

Texturas de baixíssima qualidade, cenários que carregam mais lentamente e muito serrilhado são sintomas comuns da dificuldade que o PS4 sente ao executar o game de mundo aberto da Ubisoft. O resultado, portanto, é uma aparência muito mais "embaçada", que fica mais evidente quando comparada ao PS5.

Ray Tracing

Função exclusiva do PS5 e Xbox Series X/S no mundo dos consoles, o Ray Tracing é a grande estrela de Watch Dogs: Legion. Em um mapa aberto com tantos detalhes, os reflexos ganham vida com a tecnologia, que complementa muito bem o visual do jogo. 

O uso do mecanismo, no entanto, tem um custo, que é o de derrubar a resolução dinâmica quando utilizado em excesso.

No PS4 e PS4 Pro, fica evidente que a ausência da tecnologia deixa um "vazio" nos gráficos de Legion, que foi planejado para ser rodado com Ray Tracing. 

Os gráficos não chegam a ser feios, mas carecem de detalhes em algumas cenas, que parecem muito "lavadas" quando comparadas com o jogo da nova geração.

Desempenho

Uma das principais promessas dos consoles de nova geração é a execução de jogos a 60 frames por segundo (ou mais), mas no caso de Watch Dogs: Legion, o desempenho ficou abaixo da expectativa. Talvez por se tratar de um título de início de geração, o game da Ubisoft "joga seguro" e trava em 30 FPS em todos os consoles.

O fato é que no PlayStation 5, assim como no Xbox Series X/S, o jogo mantém a taxa de quadros sem qualquer problema. Nem mesmo em cenas mais carregadas ou com muitos efeitos os FPS chegam a variar, o que cria uma experiência bastante fluida e consistente.

Já no PlayStation 4 base, a experiência é mais complicada, pois o hardware bastante datado do console tem dificuldades em manter a taxa de quadros fixa em 30. 

Não é raro ver variações de FPS enquanto dirige carros em alta velocidade ou em ambientes noturnos, que exigem mais do processamento do aparelho.

Tempos de carregamento

Outra das inovações do PS5 são os tempos de carregamento muito reduzidos, graças ao SSD de alto desempenho instalado no console. Em Watch Dogs: Legion, os resultados não são exatamente os mais impressionantes, mas, se tratando de um jogo de mundo aberto, é possível perceber a diferença entre o SSD e um disco mecânico.

No PS5, da tela inicial do aparelho até o jogo carregar completamente, o tempo é de pouco mais de um minuto, enquanto PS4 e PS4 Pro demoram o dobro para realizar a mesma tarefa. 

Viagens rápidas pelo mapa também são muito mais velozes no PS5 (na casa dos 15 segundos), enquanto nos consoles da antiga geração, demoram quase um minuto.

Tags: PS5 | mercado-de-games | PS4 | watch-dogs-legion