Este canal é patrocinado por
Este canal é patrocinado por

Gisele Bündchen torna-se acionista da Ambipar

Por: Redação.. 2 de Agosto de 2021

Em setembro do ano passado, dois meses após fazer seu IPO na B3, a Ambipar decidiu iniciar um trabalho de branding e comunicação mais intenso, para que a sociedade e o mercado em geral conhecessem sua expertise em gestão ambiental, fortalecendo a conscientização sobre o tema. 

Desde aquele momento, uma ideia mobilizou a companhia: Convidar Gisele Bündchen para ser a embaixadora da marca, já que a modelo é brasileira, com forte atuação internacional e longa história em prol do meio ambiente – exatamente como a companhia.

Chegou konecte-me, o app que está ligando empresas a pessoas. Clique e conheça

Todas as conversas foram animadoras e convergentes com relação aos propósitos socioambientais diz Cristina Andriotti, CEO da Ambipar: “Gisele quis conhecer melhor a empresa, nossos serviços e produtos, e saber de cada detalhe. Ficou empolgada quando apresentamos o Ecosolo, um condicionador orgânico alinhado ao conceito de agricultura regenerativa, em total sintonia com o documentário Solo Fértil que ela ajudou a produzir.”

Gisele Bündche (Foto: Divulgação).

Gisele, que vem sendo há anos destacada como uma referência na defesa do meio ambiente, tendo recebido inúmeros reconhecimentos internacionais, ficou animada com o trabalho da Ambipar. 

“Eu não conhecia a Ambipar e me impressionei com a visão de Tércio Borlenghi Junior, fundador da empresa, que há 25 anos reaproveita e valoriza os resíduos que virariam lixo e acabariam em aterros, rios e oceanos, dando a eles uma nova utilidade. Um trabalho essencial para um uso mais consciente dos recursos naturais. Me identifiquei com os valores de inovação e sustentabilidade da companhia e me surpreendi com o potencial de geração de efeitos positivos para a sociedade, criando uma economia circular e ajudando as empresas a minimizarem seus danos ao meio ambiente. Sinto que a Ambipar está muito à frente e pronta para ajudar nesta transformação. Acredito que as empresas que quiserem ser competitivas na próxima década precisam rever seus processos para reduzir seu impacto negativo no planeta e encontrar formas de produzir que também priorizem o bem social e ambiental contribuindo, ainda, com uma economia de baixo carbono”, afirma Bündchen, que se identificou com a missão da empresa: ‘regeneration for the next generations’. 

“Já passamos do ponto em que bastava só preservar, é preciso regenerar para que o planeta possa continuar gerando todos os recursos que são essenciais para a sobrevivência das futuras gerações.”, completa Gisele.

Com o tempo, o que seria apenas uma campanha publicitária foi crescendo até se transformar numa parceria mais ampla. Gisele decidiu se tornar acionista da Ambipar, foi convidada a integrar o Comitê de Sustentabilidade da empresa e participará de campanhas publicitárias. 

“Quero ajudar a Ambipar a criar pontes com os mais diversos mercados, incluindo o da moda, que precisa de uma transformação profunda para se tornar mais sustentável. No entanto, também sei que todo o processo de mudança é longo, trabalhoso e tem custos elevados. Por isso, enquanto desenvolvem seus próprios meios para reduzir seus impactos negativos no meio ambiente, as empresas podem compensar parte de sua pegada de carbono com a Ambipar, que gera os créditos de carbono genuinamente.”, finaliza.

Outro ponto que pesou na decisão de Gisele foi a trajetória da Ambipar. Segundo Cristina Andriotti, não há no mundo uma empresa de gestão ambiental tão completa quanto a Ambipar. 

“São muitos anos de trabalho, muitos cases de sucesso em diversos países. A Ambipar é hoje exportadora de tecnologia ambiental, levamos profissionais para disseminar nosso jeito de ser e de fazer às equipes ao redor do mundo. Gestão ambiental com valorização de resíduos não é commodity, é serviço essencial para sustentabilidade e .mitigar as mudanças climáticas”, analisa Cristina.


 

Tags: gisele-bundchen | ambipar | esg