Este canal é patrocinado por
Este canal é patrocinado por

Cannes Lions confirma edição 100% digital para 2021

Por: Redação com informações de Judann Pollack.. 7 de Abril de 2021

Está decidido. O festival Cannes Lions anunciou que a edição 2021 será apenas online. 

Em comunicado a organização confirmou  que o evento em Cannes, na França, "não acontecerá este ano", mas ocorrerá em ambiente on line entre 21 e 25 de junho. 

O Cannes Lions anunciou em janeiro deste ano que o Festival Internacional de Criatividade aconteceria presencialmente e o mercado ficou em duvida em função do recrudesimento da pandemia na maioria dos países, com muitos achando que a decisão era prematura.  Uma  pesquisa subsequente da  Campaign revelou que a maioria dos anunciantes do Reino Unido se sentiam cautelosos ao comparecer no evento do Palais com metade dos entrevistados dizendo que não iriam. 

Mais tarde, porém, a Media Link adotou uma postura  mais cautelosa quando disse que o evento seria um híbrido com prioridade para o digital, com o evento físico complementado com um "componente digital significativo". 

Hoje, Philip Thomas, presidente do Lions, disse: "No ano passado, consultamos nossos clientes e trabalhamos em nossos planos, incluindo o desenvolvimento do Cannes Lions Live como parte da nova plataforma de afiliação do Lions. "Agora podemos avançar totalmente para esse formato para 2021 - que terá toda a celebração, inspiração e participação do Cannes Lions - para unir a comunidade global virtualmente durante o Cannes Lions Live em junho." O Cannes Lions Live apresentará conteúdo e experiências sob demanda, além de celebrar os vencedores dos Leões.

 O acesso ao evento será incluído como parte do esquema de afiliação do Lions, que será lançado em maio. A associação anual custará € 249, com taxas mais baixas disponíveis para pessoas com menos de 30 anos.
 

Nova York?

Antes da decisão de hoje  a MediaLink vinha trabalhando com a possibilidade de um evento ao vivo vinculado ao Cannes Lions na cidade de Nova York.

Esse plano pode fazer sentido, visto que a maioria dos participantes dos Estados Unidos costuma ser de Nova York. O prefeito da cidade, Bill DiBlasio, disse que mais de 4 milhões de doses de vacina foram distribuídas na cidade. 

The Whitney Museum of American Art (Foto: Reprodução).

De acordo com uma reportagem da ABC News, o Dr. Jay Varma, consultor médico do prefeito, revelou em uma entrevista coletiva recente que ele espera que a cidade “Possa ficar completamente fora disso dentro de seis a oito semanas de vacinação muito agressiva.”

Segundo três pessoas a par da situação, a MediaLink está em negociações com o The Whitney Museum of American Art para sediar o evento, que será realizado em parceria com sua proprietária Ascential, que comanda o Cannes Lions

Michael Kassan, CEO da MediaLink, não quis comentar. Kassan está listado no conselho de curadores do Whitney no site do museu.

Uma porta-voz do Cannes Lions, quando questionada se o evento presencial pode ser cancelado na França, disse apenas que “Estamos atualmente em comunicação com as autoridades francesas e aguardamos mais dados delas sobre o futuro dos eventos na França além do restrições atuais de lockdown. Atualizaremos assim que tivermos mais informações.”

Questionada sobre a possibilidade de um evento em Nova York, ela disse: “Não temos nenhum comentário sobre um evento associado em Nova York.”

A pandemia, no entanto, está forçando alguns ajustes no festival, pois o julgamento será realizado remotamente, disse uma pessoa familiarizada com o processo. Cannes espera um modelo híbrido, no qual partes do festival serão ao vivo e partes virtuais, entre os dias 21 e 25 de junho.

A Ascential, dona do Cannes Lions, está sob forte pressão financeira para cancelar o festival, tendo registrado uma grande perda em 2020 depois de ser forçada a cancelar o evento do ano passado devido à pandemia.

Sua receita caiu 31% para £ 264 milhões (US$ 367 milhões) no ano passado, fazendo com que seu lucro operacional despencasse de £ 2 milhões em 2019 para um prejuízo de £ 167 milhões (US$ 232 milhões) em 2020. 

As vendas em sua divisão de marketing caíram 60% após o cancelamento do Cannes Lions.

Tags: live-marketing | evento | cannes-lions